O que é TEA (transtorno do espectro autista)?

 

O transtorno do espectro autista, classificação diagnóstica utilizada a partir de 2013 no DSM-V (Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais), é um transtorno do desenvolvimento que geralmente se manifesta nos primeiros anos de vida. Caracteriza-se por déficit na comunicação e na interação social, assim como por comportamentos, atividades e interesses repetitivos e restritos. O TEA substitui e engloba os diagnósticos da versão anterior do DSM: transtorno autista, transtorno de Asperger e transtorno global do desenvolvimento, que passam a não ser mais categorias específicas diferenciadas.

 

Há uma ampla variabilidade entre as manifestações sintomáticas e comportamentais no TEA, desde as mais leves até as mais graves, levando a maior ou menor grau de dificuldades no cotidiano da criança e família. Isso significa que as crianças com esse diagnóstico podem ter muitas diferenças entre si e muitas possibilidades de desenvolvimento.

 

O diagnóstico pode demorar para ser conclusivo, uma vez que as crianças tem também diferentes velocidades no desenvolvimento. Assim, vemos, por exemplo, crianças com pouco um ano de idade que já falam muitas palavras e outras que iniciam as primeiras palavras com quase 3 anos. Essas diferenças podem não significar problemas, apenas ritmos diferentes de desenvolvimento. Desta forma, é importante olharmos para o desenvolvimento geral da criança – motor, comunicação, interação, compreensão, dentre outros - e não apenas um de seus aspectos (como a fala).  

 

Ainda, é fundamental lembrarmos que que cada criança é uma criança e tem suas características específicas que indicam tanto capacidades quanto limitações individuais. Assim, cada situação deve ser pensada em sua especificidade e o tratamento deve levar em conta toda a complexidade de vida da criança, evitando tratamentos pré-estipulados e fechados que lidem apenas com diagnósticos, muitas vezes, perdendo de vista a criança.

 
Como tratar?

 

Trabalhamos em uma perspectiva interdisciplinar, em que consideramos fundamental o diálogo e envolvimento de diferentes profissionais, assim como a proximidade com a escola em que a criança esteja inserida (ou apoio para sua inserção, caso ela ainda não esteja na escola), visando ampliar suas possibilidades de interação e de participação social.

 

 

Endereço:  

R. Capote Valente (prox. metrô Sumaré)

São Paulo - SP

Contato: 

(11) 99254-9996